19 de jan de 2014

São Canuto, mártir

São Canuto (1042-1086) nasceu de uma das esposas ilegítimas de Sweyn II da Dinamarca. Ganhou proeminência como um líder do ataque à Inglaterra organizado pelo rei em 1069. Em 1075, quando comandava outro ataque à Inglaterra, a frota de que parar em Flanders, atual Bélgica, que era um aliado do país. Foi ali que teria combinado o casamento com Adela, filha do Conde de Flandres. O casal teve um filho, chamado Carlos, e duas meninas, Cecília e Ingrid. 
A Morte de São Canuto IV na Igreja de Santo Albano, pintura de
Christian Albrecht von Benzon, 1843.

Quando o pai morreu, seu irmão Harald III foi eleito rei, por que os nobres preferiam um rei fraco que pudessem manipular em seu favor, tendo Canuto que se exilar na Suécia. Dois anos após, seu meio-irmão foi morto e Canuto chamado a assumir o Reinado.

Logo mostrou ser um rei decidido e devoto. Através de vários decretos obrigou a uma observância mais estrita de feriados religiosos e aumentou a autoridade da Igreja. Fez enormes doações que permitiram a construção de várias igrejas e procurou, principalmente entre os nobres, obrigar ao pagamento do dízimo. Também editou leis queprotegiam os trabalhadores livres e mercadores estrangeiros. Lutou contra piratas que atacavam as cidades costeiras e contra práticas pagãs que eram comuns no reino, construiu hospitais para os pobres e distribui seu tesouro para ajudar os necessitados. 

Com suas atitudes, acabou provocando a ira dos mais nobres, que liderados por seu irmão Olaf, obrigaram-no a fugir para a ilha de Funen. Em 10 de Julho de 1086, enquanto São Canuto, seu irmão Benedito e outros 17 seguidores participavam da Missa na igreja de Santo Albano, a igreja foi cercada por um bando de revoltosos que decidiram matar o Rei mesmo dentro do templo. Após receber a Eucaristia, Canuto foi morto em frente ao altar da Igreja, assim como todos que o acompanhavam. Suas últimas palavras teriam sido de perdão contra o irmão Olaf e seus assassinos. 

Logo após sua morte surgiram relatos de curas milagrosas por doentes que visitaram sua tumba ou o altar da igreja. Em 1100, o Papa Clemente X reconheceu as virtudes heróicas e santidade do Rei Canuto, proclamando-o protetor da Dinamarca. Atualmente seus restos mortais encontram-se na Catedral de São Canuto, em Odense. Em 2008, exames atestaram que uma lança foi cravada em seu abdomen, quase atravessando-o totalmente, conforme relata a tradição.

A CNBB considera 19 de Janeiro como o dia de sua festa litúrgica mas a Igreja da Dinamarca celebra-o ao final do Tempo de Natal, em 13 de Janeiro.

-- autoria própria

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...