20 de mai de 2010

Se eu não for, o Espírito não virá a vós

O tempo mais oportuno para o envio do Espírito Santo e sua descida sobre nós foi o que se seguiu à ascenção de Cristo nosso Salvador. Cristo tinha cumprido a sua missão sobre a terra, e para nós havia chegado o momento de entrarmos em comunhão com a natureza divina do Verbo. Era preciso que a nossa vida anterior fosse transformada em outro diferente , começando um novo estilo de vida em santidade. Ora, isto só pode ser realizado pela participação do Espírito Santo.

De fato, enquanto Cristo vivia visivelmente entre seus fiéis, ele mesmo dispensava-lhes todos os bens. Mas quando chegou o momento de subir ao Pai celeste, era necessário que continuasse presente no meio de seus fiéis por meio do Espírito e habitasse pela fé em nossos corações, a fim de que, pudéssemos clamar com toda confiança: Abá, ó Pai! (Rm 8,15). E ainda nos tornássemos capazes de progredir sem demora no caminho de perfeição, superando com fortaleza invencível as ciladas do demônio e as perseguições dos homems, graças à assistência do Espírito todo-poderoso.

-- adaptado do Comentário sobre o Evangelho de João, de São Cirilo de Alexandria, bispo (século V)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...