18 de out de 2013

Adeste Fideles

Adeste Fideles é uma canção de Natal cuja autoria é atribuída ao Rei João IV de Portugal. É certo que dois manuscritos datados de 1640 foram encontrados em seu palácio. O mais provável é que a música seja anterior ao Rei, talvez tenha sido composta por monges cistirciences. A música tornou-se mais conhecida quando foi executada pela primeira vez na Embaixada Portuguesa em Londres, tendo inclusive, sido chamada "Hino Português".

Os textos mais antigos consistem em quatro versos em Latim. Na versão atual, os quatro primeiros versos foram compilados por John Wade em 1740-43; o abade Jean-François Borderies acrescentou três versos em 1822 e o oitavo verso, de autor desconhecido, data de 1850. Em apresentações públicas é habitual omitir versos, pois o hino completo é um tanto longo. O otiavo verso é reservado para a celebração da Epifania. 

Em português a versão mais conhecida é uma adaptação, não uma tradução direta.


 Letra em latim:
1. Adeste Fideles laeti triumphantes,
Venite, venite in Bethlehem.
Natum videte, Regem Angelorum;

Refrão:

Venite adoremus,
venite adoremus,
venite adoremus
Dominum!

2. Deum de Deo, lumen de lumine,
gestant puellae viscera.
Deum verum, genitum non factum; (refrain)

3. Cantet nunc io chorus Angelorum
cantet nunc aula caelestium:
Gloria in excelsis Deo!

4. Ergo qui natus, die hodierna,
Jesu, tibi sit gloria.
Patris aeterni Verbum caro factum;

5. En grege relicto, Humiles ad cunas,
vocati pastores approperant.
Et nos ovanti gradu festinemus;

6. Aeterni Parentis splendorem aeternum,
velatum sub carne videbimus.
Deum infantem, pannis involutum;

7. Pro nobis egenum et foeno cubantem,
piis foveamus amplexibus.
Sic nos anamtem quis non redamaret?

8. Stella duce, Magi, Christum adorantes,
aurum, thus, et myrrham dant munera.
Jesu infanti corda praebeamus;




Adaptação para o português pelo Frei Emilio Scheid:
Cristãos, vinde todos, com alegres cantos.
Oh! Vinde, oh! Vinde até Belém.
Vede nascido, vosso rei eterno.

Oh! Vinde adoremos, Oh! Vinde adoremos,
Oh! Vinde adoremos o salvador!

Humildes pastores deixam seu rebanho
e alegres acorrem ao rei do céu.
Nós, igualmente, cheios de alegria.

O Deus invisível de eterna grandeza,
sob véus de humildade, podemos ver.
Deus pequenino, Deus envolto em faixas!

Nasceu em pobreza, repousando em palhas.
O nosso afeto lhe vamos dar. Tanto amou-nos!
Quem não há de amá-lo?

Tradução direta (a partir do inglês):
1. Venham os fiéis, alegres e triunfantes
Venham, venham até Belém
Que ele venha e permaneça
O regente de todos os anjos

Refrão:
Ó vinde, adoremos
Ó vinde, adoremos
Ó vinde, adoremos, ó senhor

2. Deus dos deuses, luz da luz
Gestado dentre as visceras
Deus verdadeiro, genitor por direito.

3. Cantem, coros dos anjos, cantem em exultação!
Cantem, todos os cidadãos dos céus:
Glória a Deus, glória ao mais alto!

4. Sim, o Senhor, nos O saudamos, nascido nesta manhã,
Jesus, o Salvador a que se dá glórias,
Palavra de Deus, agora se fez carne.

5. Vejam como os pastores se aproximam da manjedoura,
deixam seus rebanhos para a noite.
Nós também O adoramos em coração.

6. Todos devemos vir vê-lo,  A eterna luz do Pai
agora revelou-se em carne.
Deus quer que o encontrmeos, um Deus recem nascido.

7. Criança, por nós pecadores, pobre, na majedoura,
devemos abraçar o Sagrado, com amor e admiração.
Quem poderia não amáLo, tendo ele nos amado tão intensamente.

8. Reis Magos guiados pela estrela vieram adorar Cristo,
oferecer incenso, ouro e mirra.
Nós, ao menino Cristo, trazemos nosso coração em oblação.

-- autoria própria

5 comentários:

Marcelo Weihmayr disse...

Olá! Muito bom seu blog. Que bom partilhar as maravilhas e os tesouros da nossa Santa Igreja. linda esta canção!
Parabéns pelo seu trabalho.

Marcelo
www.catequesedoleigo.com.br

Miguel Fornari disse...

Muito obrigado Marcelo!

Divulgue o site e, por favor, reze por nós.

Marcelo Weihmayr disse...

Olá Miguel!
Gostaria de saber se gostaria de trocar bunner do seu blog junto ao meu, fazendo assim uma parceria de evangelização!
Abraços.

sirley camargo disse...

Minha mãe tem o nome de Adeste em homenagem a está música. Fiquei feliz em ouvi- lá e conhecer um pouco mais sobre sua origem.

sirley camargo disse...

Minha mãe tem o nome de Adeste em homenagem a está música. Fiquei feliz em ouvi- lá e conhecer um pouco mais sobre sua origem.

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...