26 de abr de 2014

A Cruz Ortodoxa

Dias desses, passando em frente a uma Igreja Ortodoxa, ficamos nos perguntando o significado desta cruz diferente, com três barras horizontais.  E agora, com tantas notícias sobre a Ucrânia, onde a Igreja Ortoodoxa é preponderante, em várias reportagens podemos vê-la ao fundo. Pois bem, vamos ao resultado de uma rápida pesquisa. 

O simbolismo da Cruz "completa" é bastante rico. Na velha tradição ortodoxa,  ícones e imagens são sempre acompanhados de uma catequese. A Cruz "de oito pontas" nos fala sobre Jesus Cristo Ressuscitado, pois através dela veio a nossa salvação. Ela nos lembra que Jesus Cristo, Filho de Deus, morreu pelos nossos pecados e, vitorioso sobre a morte, ressuscitou em direção aos céus, onde os anjos o esperam.  A inscrição no alto, Нерукутвореному образъ, significa "não feito por mãos de homens" indica que não se trata de algo feito pelos esforços humanos, mas resultado do amor de Deus. Também indica que a própria Cruz tem sua inspiração no Espírito Santo, não é mera obra de mãos humanas.

Ajoelhados, honrando a Jesus Cristo, dois anjos com toalhas nas mãos, prontos a servir ao Senhor, esperando por Ele. A inscrição eslava Ангели Господни significa "Anjos do Senhor", aqueles que estão preparados para reconhecê-lo como Senhor e Rei. Abaixo dos Anjos está a inscrição Царь славы, "Rei da Glória", um título adequado para Jesus Cristo.

Acima de Cristo está a inscrição mandada fazer por Pôncio Pilatos, chamando-o ironicamente de "Jesus de Nazaré, Rei dos Judeus", em hebraico, grego e latim, para que todos em Jerusalém pudessem entender a mensagem. Ali está escrito apenas IC XC, as letras iniciais e finais de Jesus Cristo em grego (Ἰησοῦς Χριστός). Em algumas cruzes é possível encontrar ainda a inscrição IC XC NI KA, significando "Jesus Cristo é vitorioso" sobre a morte e o pecado.

Na figura de Cristo, três diferenças importantes: Ele não tem a coroa de espinhos, já está morto, com a cabeça num ângulo maior que o normal, e os pés são fixados em separados, um prego para cada um deles.

Na barra central, onde estão fixados os braços de Cristo, encontra-se o Sol e a Lua. Lembram o profeta Joel (2,2): Será dia de trevas e escuridão, dia de nuvens e de negrume. Também outros fenômenos narrados nos Evangelhos: Imediatamente a cortina do santuário rasgou-se em duas partes, de alto a baixo; a terra tremeu, e as pedras se partiram. Os túmulos se abriram e muitos santos falecidos ressuscitaram (Mt 27, 51-52); Já era mais ou menos meio-dia, e uma escuridão cobriu toda a região até às três horas da tarde, pois o sol parou de brilhar. A cortina do santuário rasgou-se pelo meio (Lc 23, 44-45).

Acima dos braços está a inscrição Сынъ Божіи, o "Filho de Deus". Abaixo dos braços, uma frase: Кресту Твоему покломняемся Владыко, и святое воскресение Твое славимъ, que significa "Em frente a Cruz de Cristo, nós nos inclinamos e adoramos a sua Santa Ressurreição". No halo de Cristo estão as iniciais gregas para "Eu sou o que sou", identificando Cristo como Deus, o emso Deus que assim se respondeu a Moisés (Ex 3,13-14).  

Ao lado do corpo de Cristo estão a lança e a esponja com vinagre. As letras К e Т são as iniciais das palavras eslavas копие e трость, respectivamente lança e esponja.

A terceira barra horizontal, que está inclinada, é como uma balança.  Jesus Cristo estava entre dois ladrões, um arrependeu-se e subiu aos céus, outro persistiu em seus pecados, condenando-se a mansão dos mortos, devido ao peso de sua consciência e transgressões. Ao fundo, as muralhas da cidade de Jerusalém. pois Cristo foi crucificado fora dos portões da cidade.

Abaixo de Cristo, temos duas inscrições, também usando apenas as iniciais: М Л Р Б e Г Г. A primeira é Место лобное рай бысть, "lugar da caveira, onde estava Adão"; a segunda é  Гора Голгофы, ou Monte Gólgota, onde Cristo foi crucificado. Segundo uma tradição nunca confirmada, Adão teria sido sepultado em uma caverrna no Monte Gólgota, o que está representado pela figura ao pé da Cruz, com as iniciais Г А, para глава Адамла ou "esta é a caveira de Adão". 

-- autoria própria

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...