18 de abr de 2014

A esposa de Pilatos

Enquanto Pilatos estava sentado no tribunal, sua mulher mandou dizer a ele: "Não se envolva com esse justo, porque esta noite, em sonhos, sofri muito por causa dele." (Mt 27,19).
O Sonho da Mulher de Pilatos, gravura de Alphonse François, c. 1879.

Quando estava sentado: Pôncio Pilatos estava presidindo o Tribunal sentado na cadeira principal, numa posição elevada, acima dos demais, no Pretório, onde os governadores romanos julgavam os casos trazidos até eles. Já havia perguntado à multidão o que preferiam: Barrabás ou Jesus? 

Sua mulher mandou dizer a ele: o nome não é citado na Bíblia, mas de acordo com a tradição era Claudia, certamente uma dama da alta classe, talvez neta do Imperador Augusto. Diz-se que era uma prosélita, isto é, estaria aprendendo o Judaísmo. Assim como o marido, ela já tinha ouvido falar de Jesus. Naquele dia, o marido fora acordado muito cedo para resolver a questão enquanto ela permaneceu dormindo. Acordou-se com um sonho pertubou, mas por mais urgente que fosse o assunto, não poderia entrar no Tribunal, reservado para homens. Certamente não poderia publicamente interferir no caso e preferiu escrever uma mensagem explicando a caso, que somente ele leria.

Não se envolva com esse justo: em toda história da Paixão de Cristo é a única pessoa a interferir em favor de Cristo, uma mulher, romana. Os apóstolos, com medo, negaram a Cristo e certamente não se apresentaram no Tribunal como discípulos. 

Em sonhos, sofri muito por causa delecomo não há nenhum detalhe, é impossível saber o conteúdo do sonho. Em outras passagens bíblicas, Deus enviou mensagens através de sonhos: José entendou a gravidez milagrosa de Maria através de um sonho, em outro sonho foi alertado a fugir para o Egito. Então é possível inferir que o sonho tenha sido também uma mensagem de Deus, capaz de comovê-la e convencê-la que algo deveria ser feito para evitar a condenação de Cristo. Por mais convincente que tenha sido, no entanto, não foi capaz de alterar a infeliz decisão de Pilatos.  

Segundo tradições não confirmadas, Claudia teria posteriormente se convertido ao Cristianismo e as Igrejas Ortodoxa Oriental e Ortodoxa da Etiópia consideram-na santa por sua intervenção em favor Cristo, sendo 27 de Outubro o seu dia festivo.

-- autoria própria




Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...