6 de fev de 2015

5º Domingo do Tempo Comum - Domingo 08/02/2015

Mc 1,29-39
Naquele tempo, 29Jesus saiu da sinagoga e foi, com Tiago e João, para a casa de Simão e André.
30A sogra de Simão estava de cama, com febre, e eles logo contaram a Jesus.
31E ele se aproximou, segurou sua mão e ajudou-a a levantar-se. Então, a febre desapareceu; e ela começou a servi-los.
32À tarde, depois do pôr do sol, levaram a Jesus todos os doentes e os possuídos pelo demônio. 33A cidade inteira se reuniu em frente da casa.
34Jesus curou muitas pessoas de diversas doenças e expulsou muitos demônios. E não deixava que os demônios falassem, pois sabiam quem ele era.
35De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus se levantou e foi rezar num lugar deserto.
36Simão e seus companheiros foram à procura de Jesus. 37Quando o encontraram, disseram: “Todos estão te procurando”.
38Jesus respondeu: “Vamos a outros lugares, às aldeias da redondeza! Devo pregar também ali, pois foi para isso que eu vim”.
39E andava por toda a Galileia, pregando em suas sinagogas e expulsando os demônios.
Comentário:
Este evangelho é composto por três pequenas histórias: as duas primeiras apresentam Jesus como libertador dos males físicos e espirituais; a terceira fala da missão de Jesus e os apóstolos. Cristo não veio apenas em sentido material, mas também em sentido teológico (Jo 8,42; 13, 3; 16, 27-28). As curas não são um ato de um mágico, mas o ato do salvador dos homens. A cura das doenças torna então o valor de sinal; orienta nosso olhar para uma restauração global do homem; torna-se um momento da ação salvífica de Cristo.
Leituras Relacionadas
Antigo Testamento
Livros Históricos
  • Êxodo 22, 20-23
Livros Sapienciais e Proféticos
  • Salmos 145(146)
  • Isaias 49,9
  • Isaias 61,1
Evangelhos
  • João 8,42-47
  • João 13, 1-20
  • João 16, 26-28

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...