25 de abr de 2015

4º Domingo da Páscoa - 26/04/2015

Jo 10,11-18

Naquele tempo, disse Jesus: 11“Eu sou o bom pastor. O bom pastor dá a vida por suas ovelhas. 12O mercenário, que não é pastor e não é dono das ovelhas, vê o lobo chegar, abandona as ovelhas e foge, e o lobo as ataca e dispersa. 13Pois ele é apenas um mercenário que não se importa com as ovelhas.
14Eu sou o bom pastor. Conheço as minhas ovelhas, e elas me conhecem, 15assim como o Pai me conhece e eu conheço o Pai. Eu dou minha vida pelas ovelhas.
16Tenho ainda outras ovelhas que não são deste redil: também a elas devo conduzir; elas escutarão a minha voz, e haverá um só rebanho e um só pastor.
17É por isso que meu Pai me ama, porque dou a minha vida, para depois recebê-la novamente. 18Ninguém tira a minha vida, eu a dou por mim mesmo; tenho poder de entregá-la e tenho poder de recebê-la novamente; essa é a ordem que recebi de meu Pai”.
Comentário:
Este é um trecho do discurso sobre Jesus, o Bom Pastor, insistindo, de modo especial, sobre por que Ele é bom: dá livremente sua vida para cumprir a ordem do Pai, que quer a nossa salvação; enquanto procura reunir todos os filhos de Deus dispersos. O reconhecimento de Cristo Bom Pastor não é um simples ato intelectual, mas é experiência e presença (Jo 17, 21-22, 2Jo 1-2) e, por isso, tem sua expressão no amor (Os 6,6, 1Jo 1,3). O Bom Pastor nos permite sermos Filhos de Deus (1Jo 3,1-2). Essa nova realidade que não pode ser compreendida pelos que não reconhecem a Deus abre para a esperança da revelação total daquilo que somos (Rm 8, 29; Fl 3,21; Cl 3,4).
Leituras Relacionadas
Antigo Testamento
Livros Históricos
Livros Sapienciais e Proféticos
  • Oséias 6, 1-6
Evangelhos
  • João 17, 20-26
Cartas
  • Romanoos 8, 28-30
  • Filipenses 3, 17-21
  • Colossenses 3, 1-4
  • 1 João 1, 1-4
  • 1 João 2,29-3,2
  • 2 João 1-2 (capítulos 1 e 2)

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...