1 de out de 2015

Bem Aventurado Herman de Reichenau, o autor do Salve Rainha

Sempre que rezamos um Rosário, estamos também lembrando do Bem-Aventurado Herman de Reichenau, autor da oração Salve Rainha.  

Herman nasceu em 18 de Julho de 1013, filho do conde de Altshausen. Nasceu deformado, com palato fendido e sérios problemas nas costas, talvez espinha bífida, ou esclerose lateral amiotrófica ou atrofia muscular espinal. Seja qual fosse o problema, falava e andava com enorme dificuldades. Ainda criança, caiu doente de poliomielite, mas milagrosamente sobreviveu. Seguindo as práticas da época, quando completou sete anos, seus pais o colocaram no mosteiro beneditino de Reichenau, que fica isolado em uma ilha do Lago Constança, no Sul da Alemanha. Foi onde Herman passou o resto da sua vida.

Ali começou a estudar teologia e o mundo. Aos vinte anos tornou-se monge. Como não podia ajudar em nenhuma tarefa, passava os dias a rezar e estudar. Dele temos obras sobre geometria, aritmética, astronomia e teoria musical. Como historiador, compilou e organizou relatos, que até então eram dispersos, sobre os primeiros séculos da Igreja, incluindo a vida de Jesus Cristo e seus discípulos; além de um martiriológio dos cristãos sob domínio romano. Era fluente em várias línguas, incluindo o árabe, grego e latim; escreveu poesias e construia instrumentos musicais e astronômicos, em especial o astrolábio, um enorme avanço científico na época que viria a ser fundamental nas grandes navegações. Como compositor, temos ainda hoje os ofícios a São Gregório Magno, Santa Afra e São Wolfgang. 

Nos últimos anos de vida ficou cego. Foi nesta época que compôs o Salve Regina, um canto gregoriano para ser utilizado na Liturgia das Horas e Festas Marianas. Suas traduções são geralmente recitadas em forma de oração, cotidianamente no Rosário.

Faleceu em 24 de Setembro de 1054, aos 41 anos, de pleurite. A morte foi narrada assim por seu discípulo Bertoldo: Quando finalmente Deus decidiu livrar sua alma da tediosa prisão do mundo, Herman foi atacado pela pleurisia, tendo sofrido terrível e continuadamente por seus últimos dez dias. Numa manhã, após assistir a Santa Missa, lhe perguntei se sentia-se melhor. Ele respondeu que havia pensado muito sobre o bem e o mal, e todas as coisas que ainda pretendia escrever, mas que o mundo futuro, a vida eterna era muito mais desejável, que já era hora de partir. E assim foi. 

Seu corpo foi enterrado na tumba de sua família, que perdeu-se no tempo. Algumas de suas relíquais encontram-se em Zurique e imediações. Herman foi beatificado em 1863 pelo Papa Pio IX.

Texto em latim do Salve Rainha, como utilizado no canto:

Salve, Regina, Mater misericordiæ,
vita, dulcedo, et spes nostra, salve.
Ad te clamamus exsules filii Hevæ,
Ad te suspiramus, gementes et flentes
in hac lacrimarum valle.
Eia, ergo, advocata nostra, illos tuos
misericordes oculos ad nos converte;
Et Jesum, benedictum fructum ventris tui,
nobis post hoc exsilium ostende.
O clemens, O pia, O dulcis Virgo Maria.

-- Autoria própria

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...