11 de fev de 2014

Unidade da Igreja, de São Cipriano

São Cipriano de Cartago converteu-se ao Cristianismo devido ao testemunho dos mártires no norte da África. Frente ao seu exemplo de fé e perseveran''ca, foi rapidamente eleito bispo. Enfrentou duas perseguições aos cristãos e acabou por tendo que se esconder. Mas denunciado, foi preso e martirizado em 258.

Durante o seu bispado, teve que enfrentar a questão da unidade da Igreja e aqueles que frente a perseguição negavam a sua fé, ou "caídos". Demonstrou grande caridade por eles, aceitando seu retorno após uma penitência apropriada.  Para a ele, a Igreja deve ser como a túnica de Cristo, inteira, sem costuras; e atinge a perfeição na Eucaristia, onde se vê  a um só Deus, uma só Igreja. Como resposta, rezamos o Pai-Nosso, onde totdos declaramos termos o mesmo Pai, sermos uma mesma família, numa mesma Igreja.

Neste contexto, escreveu sobre a Unidade da Igreja, que publiquei aqui em partes:

Parte I: Vigiai o inimigo vem disfarçado
Parte II: figuras do Antigo Testamento
Parte III: a origem das heresias
Parte IV: a lei do amor e unidade
Parte V: não ceder ao escândalo dos hereges
Parte VI: menos grave é o pecado dos caídos
Parte VII: o pecado dos confessores
Parte final: exortação para uma vida cristã:

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...