25 de set de 2012

Sobre os primeiros mandamentos


Relíquia contendo o sangue de
São Lourenço. Em 10 de Agosto de
cada ano e em algumas festas cristãs,
o sangue se liquefaz.
Porque diz no princípio: Eu sou o teu Senhor e Deus?
- Para que conheçamos que Deusm sendo o nosso criador e Senhor, pode mandar-nos o que quer; e nós criaturas suas somos obrigados a obedecer-lhe.

Que nos ordena com aquelas palavras do Primeiro mandamento: Não terás outro Deus diante de mim?
- Ordena que reconheçamos, adoremos e sirvamos a ele somente, como nosso supremo Senhor.

Como se satisfaz este mandamento?
- Exercitando os atos de fé, esperança, caridade e religião.

E que coisa nos proíbe?
- A idolatria e toda espécie de superstição.

Proíbe também o honrar os santos?
- Isto não é proibido, antes devemos fazê-lo, porque não veneramos os Santos, como a Deus, mas como amigos de Deus.

É proibido dar a honra às imagens de Jesus Cristo e dos santos?
- Não, porque se refere a Jesus Cristo ou aos santos, é em honra a eles que se faz as imagens.

E as relíquias dos santos?
- Com semelhante honra se venera as relíquias, porque os seus corpos foram membros vivos de Jesus Cristo e templo do Espírito Santo e hão de ressuscitar gloriosos à vida eterna.

Que nos proíbe o segundo Mandamento: não uses do nome de Deus em vão?
- Proibe-nos todo desacato que se faça em nome de Deus com palavras, como o nomeá-lo sem respeito e sem devoção. Proíbe-nos de juramentos falsos ou não necessários, ou de qualquer modo ilícitos; e proíbe as blasfêmias contra Deus e os santos.

E que coisa nos ordena?
- Que demos honra ao seu Santo Nome e cumpramos os votos e juramentos.

Que nos determina o terceiro mandamento: lembra-te de santificar as festas?
- Determina-nos honrar a Deus com obras de piedade cristã nos dias de festa dedicados ao seu culto.

Quais são as obras de piedade cristã que se deve fazer em tais dias?
- São essas: assistir com sincera devoção ao Santo Sacrifício da Missa, como expressamento nos manda a Igreja; receber frequentemente os sacramentos da Penitência e da Eucaristia, instituídos para a nossa salvação; concorrer a ouvir a doutrina cristã, os sermões e ofícios divinos; exercitar-se na oração e nas obras de caridade para com o próximo.


Não basta pois para santificar a festa participar da Missa?
- Certo que não basta para santificá-la completamente e não livra da culpa contra a exata observância deste preceito quem sem causa legítima não faz mais no dia de Festa que ouvir a Missa.

E que coisa nos proíbe?
- O fazer qualquer obra servil.

Que dizeis vós por "obras servis"?
- Os trabalhos corporais que são próprios dos servos, dos oficiais mecânicos e dos jornaleiros.

Não há obra servil alguma que nesses dias seja permitida?
- São permitidas aquelas que são necessárias para a vida humana ou para o serviço de Deus, ou que se fazem por algum grave e urgente motivo, com licença, se pode haver-se, de legítimos superiores.

Que obras devemos, sobretudo, evitar nos dias de festas?
- Sobretudo devemos evitar o pecado e tudo que conduz ao pecado, como as tavernas, bailes e outras coisas semelhantes perigosas.

-- Do Compêndio da Doutrina Cristã, por São Roberto Belarmino, bispo (século XVI)



Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...