31 de mar de 2011

Explanação Catequética do Credo - artigos II e III: Creio em Jesus Cristo, o único Filho de Deus, nosso Senhor, concebido pelo Poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria

7. Oh cristãos, qual será então o destino de nossa miserável fé? Se assim como muitos anjos por um único pecado cometido foram retirados dos céus e jogados nas profundezas do inferno; se Adão e Eva, pelo pecado do orgulho, perderam a abençoada posse do Paraíso terrestre - que esperança podemos ter, nós que nos degradamos por muitos pecados, de todos os tipos, de nos libertarmos de nossas impurezas, de limparmo-nos de nossas sujeiras e ascendermos aos mais altos céus, preparado pelo Deus imortal para nossas almas imortais? Toda esperança estava perdida; a danação e ruína eternas da raça humana eram certas, sem nenhuma alternativa para escarparmos, quando São Miguel,  nosso fiel amigo, e os anjos como ele, permaneceram fiéis, obedientes e em posse deste prêmio pela sua constância, a mais agradável eterna alegria nos céus, todos juntos, compadecidos das calamidades que atingem a raça humana, em humilde súplica aos pés de Deus, desejando alcançar pelas suas preces o remédio para tão grandes males, que pelo pecado de Adão e Eva, espalharam-se como uma grande enchente por todos seus descendentes; assim os santos oram:

8. "Oh Deus dos deuses, mais misericordioso Senhor e Pai de todas as nações, agora que tem chegado a última hora, o dia mais esperado desde o início dos tempos está se aproximando, o dia que o Sagrado Senhor preparou e destinou para demonstrar sua misericórdia à humanidade perdida. Já vemos agora o amanhecer deste dia em que os portões do céu estarão novamente abertos para os filhos de Adão, restaurados pela graça de serem filhos adotados de Deus. Dos Santos Joaquim e Ana nasceu uma filha, Maria por nome, cujas virtudes e santidade ultrapassaram em excelência todas as criaturas menores que Deus. E esta mulher, é tão pura e nobre, de sangue virginal, nem parece ser obra do mesmo infinito e oniciente Deus que formou o corpo do velho homem, o corpo de Adão, à sua semelhança. E neste corpo virginal, formado da mais pura substância, o Todo Poderoso insuflou a mais bela alma, em íntima união, ultrapassando a santidade de todas almas criadas antes dela e que serão criadas no futuro. Neste tempo, Deus resolveu, em conselho da Santíssima Trindade, juntar sua Divina Pessoa com nossa natureza humana no seio da Virgem Maria, de tal modo que desta Virgem, a mais perfeita de todas criaturas, pudesse nascer Jesus Cristo, seu Filho e Salvador do universo. E assim, ó Deus, as Escrituras serão cumpridas, assim como as promessas feitas aos patriarcas e profetas serão plenamente realizadas, em favor daqueles que estão esperando pelo Salvador Jesus Cristo, nosso Senhor e Redentor."

9. Ao ouvir esta prece dos santos anjos, o mais alto, o soberano Senhor e Todo Poderoso Deus, tocado pela infinita compaixão pela nossa imensa miséria, mais claramente compreendida por Ele, enviou dos céus o arcanjo Gabriel para a cidade de Nazaré, onde a Virgem Maria residia. Este anjo, seguindo as ordens de Deus, disse a ela: Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo. Encontraste graça diante de Deus, conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus (cf. Lc 1, 28-31). Ao ouvir estas palavras, Maria respondeu: Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra (Lc 1,38). No instante que a santa virgem deu sua palavra de consentimento ao que era proposto por Deus através do arcanjo, Deus formou em seu ventre, do seu puro sangue, um corpo humano, ao qual Ele uniu, no mesmo instante, a alma de seu Filho. Então a segunda pessoa da Santíssima Trindade se encarnou no ventre da Virgem Maria, somando sua perfeita alma a um perfeito corpo, ambos infinitamente santos.

10. Após, transcorridos nove meses desde o dia da incarnação do Filho de Deus, deu-se seu nascimento. Jesus Cristo, o Salvador da humanidade, verdadeiro Deus e verdadeiro homem, nasceu da Virgem Maria. Isto professou Santo André: Eu creio em Jesus Cristo, o único Filho de Deus, nosso Senhor,  e ao que São João acrescentou: que foi concebido pelo Poder do Espírito Santo, nasceu da Virgem Maria. Jesus, nosso Senhor e Salvador nasceu em Belém, próximo a Jerusalém. Foi lá que os anjos, a Virgem sua Mãe, São José, os Reis Magos vindos do este e muitos outros, adoraram ao Senhor Soberano.

 -- Explanação Catequética do Credo para os Habitantes das Ilhas Molucas, por São Francisco Xavier (século XVI)

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...