14 de ago de 2014

Assunção de Nossa Senhora - Domingo 17/08/2014

A Assunção de Nossa Senhora é celebrada sempre em 15 de Agosto e é o que chamamos de "dia de preceito", isto é, todos os católicos são convidados a participar da Missa. A CNBB costuma transferir para um Domingo próximo, neste ano 17 de Agosto, mas a USCCB (Conferência do Bispos Católicos nos Estados Unidos) mantém no dia 15, mesmo sendo sexta-feira. Aqui vou seguir o calendário liturgico da maioria dos leitores, o brasileiro. Leitores de Portugal, Moçambique, Angola e outros países, por favor vejam a liturgia local.

Ainda há dois conjuntos de leituras, um para a Vigília na noite de Véspera, outro para Missa do Dia. Novamente vou seguir o critério da maioria e utilizar as leituras da Missa do Dia.

Evangelho (Lc 1,39-56)
Naqueles dias, 39Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judeia.40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42Com um grande grito, exclamou: “Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre! 43Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar?44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido o que o Senhor lhe prometeu”.
46Então Maria disse: “A minha alma engrandece o Senhor, 47e o meu espírito se alegra em Deus, meu Salvador,48porque olhou para a humildade de sua serva. Doravante todas as gerações me chamarão bem-aventurada,49porque o Todo-poderoso fez grandes coisas em meu favor. O seu nome é santo, 50e sua misericórdia se estende, de geração em geração, a todos os que o respeitam. 51Ele mostrou a força de seu braço: dispersou os soberbos de coração. 52Derrubou do trono os poderosos e elevou os humildes. 53Encheu de bens os famintos, e despediu os ricos de mãos vazias. 54Socorreu Israel, seu servo, lembrando-se de sua misericórdia, 55conforme prometera aos nossos pais, em favor de Abraão e de sua descendência, para sempre”. 56Maria ficou três meses com Isabel; depois voltou para casa.
Comentário
O dogma da Assunção de Maria foi definido no ano de 1950 durante o pontificado de Pio XII e é considerado a festa principal de Maria. A Igreja celebra neste dia a realização do Mistério Pascal em Maria.  A mulher adornada em todo o seu esplendor, pelo Sol, Lua e as doze estrelas (Ap 11,19-12,10), simboliza o Povo de Deus, as 12 tribos de Israel, que também sofrem as perseguições do dragão, isto é, Satanás. O menino que nasce é evidentemente Jesus Cristo, que se manisfestará como o primeiro ressuscitado, abrindo o caminho para a nossa salvação (1Cor 15, 20-27; Col 1,18) e vencendo a morte (Ap 2,14). Só quando todos participarem da Ressurreição (Rm 6,5; 8,11-26), ele terá cumprido perfeitamente sua obra (Ef 4,6; Col 3,11). Maria liga dois nascimentos (São João Batista e Cristo) anunciados por anjos, ela é a bem-aventurada que fala o Magnificat, um grande resumo da história da salvação, desde Abraão até seu cumprimento definitivo pela presença do Espírito Santo (At 2, 17-21; Jl 3, 1-5; At 13, 52; Gl 5,22).
Leituras Relacionadas:
Antigo Testamento: 
Livros Históricos
Livros Proféticos e Salmos:
  • Joel 3, 1-5
  • Salmos 44
  • Salmos 131
Novo Testamento:
Evangelhos:
  • Lucas 11, 27-28
Escritos apostólicos:
  • Atos 2, 17-21
  • Atos 13, 52
  • Romanos 6,5
  • Romanos 8, 11-26
  • 1Coríntios 15, 20-27
  • 1Coríntios 15, 54-57
  • Colossenses 1, 18
  • Colossenses 3, 11
  • Efésios 4, 6
  • Gálatas 5,2
  • Apocalipse 2, 14
  • Apocalipse 11,19-12,10
  • Apocalipse 20, 14

Ainda pode-se ler:
Assunção de Nossa Senhora, trecho da declaração do dogma
Homília do Santo Papa João Paulo II, por ocasião da Festa da Assunção em 1993


Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...