1 de jun de 2010

A falsa paz espiritual

Quem se acusa de si mesmo, por mais que lhe venham importunações, danos, opróbrios, afrontas da parte de quem quer que seja, tudo recebe com serenidadade e, julgando-se merecedor de tudo isso, sem que lhe possa perturbar-se de modo algum.

Se alguém se julga quieto e pacífico, tem, no entanto, uma paixão que ninguém vê. Chega um irmão, lança uma palavra desagradável e imediatamente lhe jorra de dentro o pus e a sujeira oculta. Se quiser alcançar misericórdia, faça penitência, purifique-se, esforce-se por progredir e reconheça que, em vez de retrucar à injúria, deveria agradecer ao irmão ocasião de tão grande utilidade. Depois disso, não se afligirá tanto com as tentações, pois quanto mais progredir, tanto mais lhe parecerão leves. A alma se fortalece à medida em que caminha, faz-se mais corajosa em suportar todas as coisas duras que lhe advêm.

-- Das Instruções de São Doroteu

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...