23 de jul de 2010

Cristo morreu por todos

Com muita razão, minha grande esperança está em Deus, porque curará todas as minhas fraquezas, por aquele que se assentaa sua direita e intercede por nós, Jesus Cristo. De outro modos desesperaria, pois são muitas e grandes as minhas fraquezas. São muitas e enormes.

Porém muito maior é teu remédio. Poderíamos ter pensado que teu Verbo estava longe de unir-se aos homens e entregarmo-nos ao desespero, se ele não se tivesse feito carne e habitado entre nós. Apavarado com meus pecados e com o peso da minha miséria, eu revolvia no espírito e pensava em fugir para o deserto. Mas me impediste e me fortaleceste, dizendo-me: Para isto Cristo morreu por todos, para os que vivem não mais vivam para si, mas para aquele que por eles morreu (2 Cor 5, 15).

Agora, Senhor, lanço em ti meus cuidados para viver e considerarei as maravilhas de tua lei (Sl 119, 18).Tu conheces minha ignorância e fragilidade: ensinai-me, cura-me. O teu Único Filho me remiu por seu sangue. Nele estão escondidos todos os tesouros da sabedoria e da ciência (Cl 2, 3). Como, bebo, distribuo e, pobre, desejo saturar-me dele entre aqueles que dele comem e são saciados. Com efeito, louvarão o Senhor aqueles que o procuram (Sl 21, 27).

-- Adaptado dos Livros das Confissões, de Santo Agostinho, bispo (século V)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...