16 de jul de 2010

Sobre a Eucaristia

Coisa admirável o ter Deus feito chover o maná para sustentar com o alimento celeste o povo no deserto. Por isso se disse: O homem comeu o pão dos anjos (Sl 78, 25). No entanto, aqueles que comeram deste pão, todos eles morreram no deserto. Porém, o alimento que recebeste, pão vivo que desceu do céu (JO 6, 35), comunica a substância da vida eterna e quem quer que dele comer não morrerá eternamente, pois é o corpo de Cristo.

Considera agora qual deles é de maior valor: o pão dos anjos ou a carne de Cristo, que é o corpo da vida. Aquele maná vem do céu; este acima do céu. Aquele, do céu; este, do Senhor dos céus. Aquele é corruptível, se guardado para o dia seguinte; este é totalmente imune à corrupção e quem o tomar piedosamente não poderá experimentar a corrupção. Para aqueles brotou a água da pedra; para ti, o sangue de Cristo. Aqueles, por um momento, a água saciou; a ti o sangue de Cristo refresca para sempre. O povo antigo bebe e tem sede; tu, ao beberes, não podes mais sentir sede, pois, de fato, aquilo era sombra, enquanto isto é realidade.

-- Do Tratado sobre os Mistérios, de Santo Ambrósio, bispo (século IV)

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...