8 de nov de 2010

Testemunho a Deus pelas obras

Qual é o conhecimento que nos conduz a Deus? Não é acaso não negar Aquele por quem o conhecemos? Ele mesmo declarou: Ao que der testemunho de mim, eu darei testemunho dele diante do Pai (Lc 12,8). É este o nosso prêmio: testemunhar aquele por quem fomos salvos. Como testemunharemos? Fazendo o que diz, sem desprezar seus mandamentos, honrado-o não somente com os lábios, mas de todo coração e inteligência. Pois Isaías disse: Este povo me honra com os lábios, seu coração, porém, está longe de mim (Is 29,13).

Portanto, não nos contentemos apenas de chamá-lo Senhor; isto não nos salvará. São suas palavras: Não é quem me diz Senhor, Senhor que se salvará, mas quem pratica a justiça (Mt 7,21). Por isso, irmãos, demos testemunho pelas obras: amemo-nos mutuamente, não cometamos adultério, não nos difamemos uns com os outros nem nos invejemos, mas vivamos com continência, na misericórdia e na bondade. E sejamos movidos pela mútua compaixão, não pela cobiça. Confessemo-lo por estas obras, não pelas contrárias. Não temos de temer os homens, mas a Deus. 

-- Da Homília de um autor desconhecido (século II)

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...